A crescente da obesidade no Brasil é um dos principais motivos para o aumento do  número de diabéticos no país, que passou de 5,5% em 2006 para 8,9% em 2016, o que equivale a mais ou menos 18 milhões de brasileiros.

 

A diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar de maneira adequada a que produz. A insulina controla a quantidade de glicose no sangue, que obtemos através dos alimentos. Quando a insulina trabalha de forma ineficiente ou não a produzimos, o nível de glicose no sangue fica alto, o que pode levar danos aos órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

 

O tratamento é feito com medicação, alimentação balanceada e atividade física.

 

É preciso controlar a quantidade e a qualidade dos carboidratos que consumimos na dieta. Deve-se evitar açúcares, doces, refrigerantes, alimentos com farinhas brancas e refinadas, bebidas alcoólicas, além dos alimentos gordurosos e industrializados. Dê preferência a alimentos integrais, cereais, legumes, folhosos, frutas, leguminosas, farinhas integrais, alimentos naturais. Vale ressaltar, que mesmo os alimentos sendo saudáveis, devemos controlar a quantidade de carboidratos que ingerimos, para que haja o controle da glicemia.

 

A prática da atividade física regular também é importante, pois ela  ajuda a controlar os níveis de glicemia, já que a glicose é utilizada como fonte de energia, além de melhorar a captação e armazenamento da glicose pelo músculo.

 

Elisa Anjos

Nutricionista – Nutrizione