BlogMessengerStarkEspacoEmBrancoSimples
Nasci na cidade Fortaleza – Ce, no dia 06 de fevereiro de 1985, primeiro filho de três, meus pais de classe média baixa mais que tinham um imenso coração e uma grande felicidade de viver, sempre gostaram muito de esporte e com apenas alguns meses de vida fui para aulas de natação com minha mãe, numa modalidade chamada “Bebê com Mamãe”, como ela era dentista e passava pouco tempo comigo esse era um momento nosso, que com poucos anos depois me levou a conquistar as piscinas da América, bem novo ainda cheguei ao Ideal Clube para treinar na equipe por onde passei pelos meus primeiros mentores profissionais os professores Wilson, Ney e Yone. Vieram as primeiras competições dentre elas foram Nordestinhos,  Norte e Nordeste, Brasileiros, Brasileiros Escolares, Sul Americanos. E com isso o esporte era a minha porta de entrada em muitos lugares e até para ganhar bolsas de estudos.

Mas ainda aos 14 anos uma forte alergia me afastava das piscinas, mesmo assim por ser hiperativo desde criança fui passando por vários esportes até concentrar maiores forças no jiu jitsu e judô com várias competições e da mesma maneira, viagens e coisas mais até chegar na Faculdade de Educação Física na Universidade de Fortaleza – Unifor, eu era atleta do Judô da Faculdade. No segundo semestre estava nas primeiras aulas de atletismo quando numa brincadeira com a vara de salto fiz um salto que seria a melhor marca universitária da época, e através de mais um grande mentor professor Américo Ximenes fui treinar atletismo na prova de salto com vara e com um pouco mais de seis meses estava viajando para o meu primeiro Brasileiro Universitário (JUBS’s) e nunca vou esquecer que ao sair da minha prova participei de uma entrevista para o Esporte Espetacular da Globo, minha mãe me ligou desesperada falando “menino tu não tem o que inventar mesmo tudo que tu faz tu se destaca, e essa vara não quebra não?”.

Seguindo uma rotina diária de treinos e estudos participando de monitorias e me destacando cada vez mais dentro do esporte e da faculdade me transformei em auxiliar técnico do atletismo de maneira geral, foi quando também recebi um convite para treinar uma equipe de atletismo do Colégio Miliar de Fortaleza –  CMF, assim começou uma carreira de técnico com cursos especializados fora e dentro do estado, congressos e competições. Passei rapidamente de atleta para professor, Foi quando uma bela noite de quarta feira estávamos eu e o professor Américo treinando os atletas da equipe na pista de atletismo da Unifor e estava chegando uma Assessoria que na época era laranja para treinar, até então eu não conhecia a Stark, foi no início do ano de 2005, quando pelo contrato feito eles teriam que ter um estagiário que fosse aluno da Unifor, nesse mesmo dia a Tamara (proprietária da assessoria na época) chamou o Prof. Américo e perguntou se ele teria algum estagiário para indicar, ai ele olhou para mim e falou “está aqui na sua frente”.
Começa um novo desafio minha maior preocupação era limpar os colchonetes e correr com os alunos, o salto com vara já não tinha mais tempo de ser bem treinado, as corridas de rua ganham espaço no meu coração bem como nos cursos e estudos, me formei no final de 2008 e já havia passado de estagiário para professor e agora era coordenador, consegui espaço treinando alunos que não eram os melhores do grupo mais conseguiram passar por coisas inéditas como a Maratona de Chicago do André Fiuza, ele completou a maratona em uma ano que as autoridades cancelaram a prova no meio da prova, foi o pior ano de Chicago,  o Luiz Henrique que saiu de uma vida bem sedentária e com um pouco mais de dois anos completou um Desafio do Pateta na Disney (correr a meia e a maratona da Disney seguidos um dia do outro), as primeiras meias e maratonas dos alunos iniciantes e assim foi aumentando a minha confiança entre os alunos e a confiança dos mesmos.
Do outro lado eu começava a me destacar na equipe da Unifor que evoluiu para um centro de treinamento de Alto rendimento Nacional, que agora eu já trabalhava como técnico e a minha rotina de viagens estava desgastando a minha relação com os gestores da Stark, a minha segunda família na época, foi quando e voltando de um Campeonato Brasileiro a supervisora da época Regina me chamou para conversar e falou que eu teria que escolher, decidi me afastar da Stark e seguir com o centro nacional, continuei em outra assessoria com uma participação bem menos afetiva em quanto me especializava e estudava cada vez mais até que resolvi me afastar de vez das corridas de rua amadoras e fui trabalhar com os atletas do centro nacional. Foram vários cursos, muitas competições dentre elas uma Olímpiada Juvenil na Austrália como técnico da seleção Brasileira.
Até que um belo dia no final do ano de 2013 eu estava dando aula na minha academia quando liga um grande amigo Bebeto me chamando para almoçar, nesse almoço ele me chama para voltar a trabalhar na Stark, o que foi uma grande surpresa voltar ao início de tudo, voltei já trabalhando muito com meus novos companheiros de trabalho Aline e Devid, velhos parceiros que a muito tempo eu não via Helano e Luciano e uma nova gestora que era a Carol esposa do Bebeto (eles haviam comprado a Stark da Tamara já faziam quase 3 anos).
Foi quase um ano de muito trabalho de várias tentativas acertos e erros, até quando chega um time campeão, Edgy (um dos alunos mais antigos da assessoria) e seu amigo Ricardo Veras para se tornarem sócios da Stark, foi um grande começo, as coisas tomam uma velocidade surpreendente e começam a ficar um pouco desorganizadas. A compra de uma outra assessoria e vinda de mais dois amigos para o time, o Augusto  (contratado para comandar o lado sul) e o Dudu estagiário que ficou do time da assessoria que foi comprada.
Entendendo que a Stark estava tomando uma nova proporção a Carol sai de cena e vende a sua parte para os meninos, os mesmos percebendo que o crescimento seria promissor chamam o Wander (cunhado do Edgy, administrador e também aluno muito antigo da Stark) e a Luciana para organizar a parte financeira e novos projetos da Stark.
A Stark sempre teve um conceito muito alto de qualidade, e fazer parte dela sempre foi um prazer imenso. Crescer junto com essa empresa que além de representar muito para a história da corrida de rua da minha cidade, é uma das melhores e maiores do mercado me traz uma felicidade diária, a capacidade de trabalhar em um ambiente sadio e com ótimos profissionais me faz levantar cada vez mais disposto a dar o meu melhor.
Hoje podemos perceber que o sedentarismo é um dos maiores males da humanidade e a corrida é um esporte que pode ser praticado por todos, com isso o nosso maior objetivo é levar um atendimento de qualidade e um prazer cada vez maior, proporcionando experiências e uma melhor qualidade de vida nas pessoas que só o esporte pode proporcionar. Hoje a Stark atende 284 alunos ativos divididos em corrida, natação e triathlon, mais 1200 alunos de corrida e caminhada do Hapvida +1k. Faz da Stark uma das empresas que mais promove saúde e qualidade de vida em Fortaleza.
A Corrida de rua é um esporte cada vez mais popular que faz com que as pessoas melhorem a sua socialização, os seus hábitos de vida e a sua rotina, correr não é simplesmente colocar o Tênis e sair por ai correndo, é escolhe a melhor estratégia para melhorar e conseguir alcançar suas metas e objetivos, se superando a cada treino ou prova. É um dos esportes que cresce cada vez mais em nosso país. Ela já deixou de ser modismo para ser cada vez mais a melhor maneira de se movimentar.
O dia a dia da família Stark é cada vez mais intenso e motivador para seus profissionais que assim como eu vão dormir pensando como será o longo de amanhã, tomam todos os cuidados medindo a capacidade de cada aluno para lhe passar o treino mais adequado, se preocupam cada vez mais com os alunos e com  o trabalho de seus amigos para que um treino Stark não seja o melhor de todos os treinos de corrida e sim melhore cada vez mais.
Acordar as 4:00 ou 3:00 horas da manhã não é fácil, mais quando você trabalha com amigos e em um meio sadio onde todos têm o trabalho como prioridade e a qualidade como desafio me deixa cada vez mais motivado a dar o meu melhor para que todos cresçam juntos.
Agora o mais importante de tudo sempre será você encontrar o seu esporte certo que lhe motive a não faltar e que sempre faça com que você evolua cada vez mais com qualidade e saúde.
Eu queria agradecer de coração por ser o escolhido como destark e o principal agradecer a cada pessoa dessa equipe maravilhosa que só cresce e está cada vez mais da Stark uma das melhores assessorias de Fortaleza.
BlogMessengerStarkEspacoEmBrancoSimples
BlogMessengerStarkEspacoEmBrancoSimples