Orgulhosamente apresentamos o Destark desse mês: Bob Joca, um cara que o tem de grande, tem de amigo. Acompanhe sua história:

 

“Segue mais uma história de superação de vida, onde nesse caso o protagonista sou eu. Me chamo Roberto Joca (Bob Joca), tenho 43 anos e cheguei a pesar 130 kg, sempre levei uma vida alegre, porém desregrada, durante 28 anos sedentário, tendo uma vida de farras, bebidas, mulheres, cigarros e por que não dizer por algum período fiz uso de substâncias ilícitas. Após duas grandes e fortes perdas em um curto período de tempo, a de um tio-irmão por conta de um aneurisma e um primo em um acidente de carro de grandes proporções envolvendo quatro vitimas fatal onde fiz parte do acidente tendo mais uma chance de vida.

 

Após isso mergulhei em uma depressão pré-existente, onde atingi grandes proporções chegando ao fundo do poço por dois anos, quando resolvi realmente mudar de vida buscando o esporte, e deixando para trás todo e qualquer ligação com a vida que eu levava, foi quando me matriculei na academia de artes Marciais Blec, iniciando no Muaythai vivenciando novas experiências e conquistando um novo ciclo de amizades, fui muito bem recebido e até hoje sou grato a essas pessoas que me abraçaram e me ajudaram nesse momento tão difícil da busca incansável desse novo estilo de vida.

 

Após dois anos e meio ainda muito pesado e com dificuldades de exercer atividades físicas decidi colocar um balão intra-gástrico onde atingi o objetivo de perder 22 kg, e por conta de um impacto no acetábulo femoral fui impedido de continuar com a luta. Com medo de voltar a ganhar peso e já com um nível alto de ansiedade decidi buscar uma atividade com alta perda calórica, optando nesse momento pela corrida onde fui indicado por um primo a procurar a Stark assessoria esportiva através do meu hoje amigo João Tavares que me recebeu de braços abertos.

 

Um novo ciclo se inicia com novos obstáculos e mais uma meta a se cumprir em busca incansável pela saúde e a perda de peso. Hoje com um ano e dois meses fazendo parte dessa família maravilhosa e com pessoas de grande importância no meu novo convívio social, consegui realizar um feito que a mais de 15 anos o medo e o pânico não permitiam, uma viagem para o Chile onde participei da Maratona de Santiago e consegui realizar meus primeiros 10 km, me deparando no segundo Km com uma lesão no tendão do joelho concluindo o resto da prova com muita garra e dor, mas fechando mais uma etapa gloriosa em minha vida, deixando uma porta aberta para novos desafios.

 

Agradeço a todos que sempre me apoiaram e ajudaram a atingir esses objetivos e a Stark através do meu treinador David Brasil que sempre acreditou em mim, me dando total apoio e sendo um dos maiores incentivadores para não desistir desse esporte, que hoje é essencial para minha qualidade de vida.”