BlogMessengerStarkEspacoEmBrancoSimples
BlogMessengerStarkEspacoEmBrancoSimples
O DESTARK é um projeto que visa homenagear nossos Starkianos que mostraram muita força de vontade, determinação, e que deram um novo rumo em suas vidas através do esporte. Nesse novo formato, com uma série de perguntas e respostas, semanalmente teremos depoimentos inspiradores de Starkianos que nos dão o prazer e a alegria de fazer parte do nosso convívio!
 
 
Nome: Aguimar Neto
 
Esporte que pratica: Triathlon
 
 
Como você entrou para o esporte e o que mais te motivou a praticá-lo?
Eu sempre fui sedentário por convicção, meu esporte era jogar videogame sentado num sofá. Eu não via sentido as pessoas acordarem cedo pra praticar esportes, muito menos sair de casa ainda de madrugada. Essa minha visão começou a mudar no ano passado. Um belo dia percebi que não conseguia passar mais que 15 minutos com meu filho nos braços. Aquilo começou a me incomodar. Se eu estou assim, sem fôlego e cansado com ele ainda nos braços, imagine quando tiver que correr atrás dele ou brincar?
A partir daí resolvi procurar uma academia pra fazer exercícios. Na época ouvi falar do treinamento funcional, que era uma modalidade de exercícios mais voltada pra fortalecimento e com exercícios menos chatos que os de uma academia convencional. Nessa acabei entrando na academia do Prof. João, que não por coincidência fica uma rua depois da rua onde moro 🙂
 
Como conheceu a modalidade e como ela passou a fazer parte da sua rotina?
Ainda na academia aceitei o convite de um dos instrutores pra correr um dia com o grupo de corrida da academia. O grupo se reunia às 6:00 da madrugada. Aí estava o primeiro desafio a ser vencido! Acordar cedo pra fazer aquilo que eu sempre fui contra. Como era época de Copa do Mundo, resolvi enfrentar o desafio, até porque estava ansioso pelo jogo do dia, Brasil x Alemanha. É impossível esquecer o dia da minha estreia nas corridas (kakaka).
O tempo foi passando e eu fui pegando gosto por essas corridinhas na praça, até o dia que fiz a minha primeira corrida de rua, 5 longos e exaustivos kilometros. Por conta dos horários familiares não pude continuar os treinos na praça, aí entra a Stark na minha história. Nessa época iria começar uma nova turma no Cocó, às terças e quintas. Era o que eu precisava. Sem me dar conta, eu já estava treinando às terças, quintas, sextas e sábados.
Logo depois vieram as aulas de natação. O gosto pelas competições só aumentava. Após participar de algumas provas de duathlon, percebi que o esporte já fazia parte da minha rotina como algo natural, daí pro triathlon só faltava a bicicleta. Foi aí que tive que vencer mais um desafio, como treinar sem ter uma bicicleta específica de triathlon. Após ouvir várias opiniões, resolvi comprar uma Caloi pra iniciar os treinos e ver se realmente seguiria no esporte antes de fazer um investimento maior.
 
O que o esporte representa hoje na sua vida?
O esporte hoje na minha vida representa antes de tudo: disciplina. Pra poder conciliar as três modalidades do triathlon e ainda a vida fora do esporte, é preciso utilizar o tempo disponível pra cada atividade de forma bastante eficiente. Se você negligencia alguma delas vai impactar as outras, se exagera em uma vai perder rendimento nas demais e por aí vai. Hoje eu aprendi a aproveitar o tempo livre com minha família de uma forma bem melhor que antes.
 
Quais os benefícios que começou a sentir com a prática de atividade física?
O esporte trouxe à minha vida o bem-estar, a disposição e todas as coisas boas atreladas à prática esportiva. Hoje eu acordo bem cedo e ainda assim mantenho energia pra executar as atividades do dia-a-dia. Ainda continuo um pouco estressado, mas quando estou treinando tenho a oportunidade de descarregar as energias negativas.
 
Como você definiria em algumas palavras a relação Esporte x Superação na sua vida?
É impossível definir em poucas palavras essa relação na minha vida. Eu só percebo quão grande foi a mudança quando vejo pessoas que me conheceram antes de começar a praticar esporte comentando como estão surpresas por eu estar conseguindo manter a rotina de treinos. Lógico que as vezes bate uma desmotivação ou vontade de dar um tempo, mas aí eu lembro o porquê comecei essa história toda e volta o gás pra continuar treinando ou competindo.
 
Qual mensagem você deixaria para as pessoas que gostariam de praticar esporte ou que estão iniciando?
O recado que eu posso deixar pra quem tá iniciando ou com receio de começar é: Não cabe aos outros dizer se você é capaz ou não, os limites da nossa capacidade de realizar qualquer atividade, quem define somos nós mesmos. No final não precisamos ser os mais fortes, muito menos os mais rápidos, basta nos entregarmos com paixão e os resultados uma hora aparecem.
BlogMessengerStarkEspacoEmBrancoSimples
 BlogMessengerStarkEspacoEmBrancoSimples

BlogMessengerStarkEspacoEmBrancoSimples