Que a corrida alivia o estresse você já sabe. Agora, resta entender como fazer isso acontecer


Corrida alivia o estresse



Tem horas em que o cansaço do trabalho, das cobranças e metas a serem batidas fazem com que você não queira nem sair para o treino, já que o estresse está nas alturas. Isso é normal. Mas ao bater o desânimo seja mais forte e saia para correr, mesmo no auge do cansaço psicológico. Isso fará com que você consiga deixar a tensão longe e o ajudará a ter mais qualidade de vida, já que a corrida alivia o estresse.

O exercício ajuda a liberar serotonina e endorfina na corrente sanguínea, hormônios responsáveis pelo alívio do estresse e pela sensação de bem-estar, aquela que melhora o humor. Além disso, como o ócio libera o hormônio cortisol, que produz a ansiedade, é importante fazer uma atividade que dê prazer e que iniba os efeitos do hormônio. A corrida alivia o estresse por ativar diversas áreas do cérebro, o que faz com que você foque nas passadas e se esqueça dos problemas.

Na teoria parece lindo conseguir tirar as pedras do sapato correndo. Mas como colocar isso em prática? Tente seguir os próximos quatro passos:

1. Foco no presente
Para se livrar do estresse o melhor é se concentrar no momento que você está, em lugar de remoer as emoções negativas do dia anterior ou, até mesmo, de pensar nos problemas do futuro. Dessa forma, sua mente ficará mais leve e aberta, sem as questões que o atormentam. Aproveite para curtir o seu treino, o que fará com que os resultados sejam mais perceptíveis e que você ainda consiga correr melhor.

2. Visão positiva
Manter pensamentos positivos é uma das dicas para enfrentar os problemas e diminuir o estresse. Lembre-se de que as passadas fazem você esquecer os problemas e o estresse da rotina por algum tempo, o que gera o aumento da sua autoestima e da sua autoconfiança, implicando em mais resistência para encarar os quilômetros que vêm pela frente.

3. No controle
Selecione, na sua memória, imagens, músicas, palavras ou momentos que tragam boas sensações. Assim, durante a corrida, você conseguirá manter o controle, a motivação e o equilíbrio, esquecendo-se dos fatos ruins que causam o estresse.

4. Novas “paisagens”
Escolher outras rotas, ruas, praia, campo ou até as trilhas é uma boa opção para deixar o estresse de lado. A ideia é que você se exercite em locais diferentes para mostrar à sua mente novas cenas e caminhos. Esse tipo de alteração na rotina ajuda a espairecer e mostra outros pontos que você, talvez, não tenha observado: o céu limpo, as árvores ou até as pessoas ao seu redor.

(Fontes: Arthur Plácido, professor da Fórmula Academia de São Caetano do Sul, em São Paulo, e Kátia Malaguti, consultora em psicologia do esporte no Rio de Janeiro)